dBase

DBF (dBase, Visual FoxPro, Clipper, xBase, FoxBase)

dBase foi um dos primeiros sistemas de gerenciamento de banco de dados. Visual FoxPro, Clipper, XBase e FoxBase usam o formato de arquivo DBF do dBase para seus arquivos de banco de dados.

O formato de arquivo de banco de dados que o dBase usa (arquivos com extensão .DBF) está bem documentado, o que permitiu a muitos aplicativos de terceiros ler e gravar arquivos DBF. Além disso, muitas linguagens de programação / sistemas de banco de dados dependem do formato DBF. xBase é um termo geral que descreve todas as linguagens de programação derivadas da linguagem dBase (Ashton-Tate) original e do formato de banco de dados. Visual FoxPro é um produto da Microsoft, derivado do FoxPro (desenvolvido pela Fox Software em 1984). O FoxPro foi originalmente denominado FoxBASE. Clipper foi originalmente um compilador para dBase III (criado em 1985), vendido para a Computer Associates e renomeado como CA-Clipper em 1992. Essa é uma história bastante rica de alguns produtos muito populares.

Escrevemos nossos próprios componentes diretos de leitura e gravação de DBF, muito eficientes e rápidos, permitindo-nos ler e gravar arquivos feitos por qualquer aplicativo em conformidade com a estrutura DBF padrão. Existem várias versões do formato DBF e podemos lidar com todas elas.


Semelhante a arquivos CSV e documentos Excel, os arquivos DBF são o padrão de fato para intercâmbio de dados. Quando comparamos os formatos DBF e CSV, DBF tem várias vantagens:

- DBF é um formato binário, portanto, menos espaço é usado do que no formato CSV textual

- As tabelas DBF definem os tipos de dados da coluna especificamente, evitando a necessidade de verificar todo o arquivo para determinar o tipo ideal

- Existem arquivos de memorando separados que armazenam grandes dados textuais, permitindo que um longo texto de várias linhas seja armazenado (a maioria dos analisadores CSV são confundidos por várias linhas de texto em um único registro de dados)

Full Convert suporta banco de dados dBase diretamente.

Exportar banco de dados dBase

Pode fazer sentido migrar seus dados de dBase. Você pode querer fazer isso permanentemente ou apenas precisar compartilhar suas tabelas com um colaga em um formato diferente.

Copiaremos todas as suas tabelas com seus dados e aplicaremos indexação e relacionamentos exatamente como estão em seu banco de dados dBase atual. Resumindo, você obtém exatamente o mesmo banco de dados em outro mecanismo de banco de dados. Cada vez que você executar a migração, copiaremos todas as tabelas novamente. Claro, temos um planejador embutido, então você pode executá-lo durante a noite e ter uma nova cópia do banco de dados pela manhã.

Dê uma olhada nos tutoriais rápidos abaixo para ver como isso é feito.

Importar dados para o banco de dados dBase

Além disso, se você deseja importar dados regularmente e não deseja recriar todo o banco de dados de destino do zero, mas sim fazer uma pequena sincronização direcionada de apenas alterações desde a última execução, use Full Convert Pro ou Ultimate.

Take a look at the quick tutorials below to see how it's done.